ARTE FINAL LUMUMBA.indd

btn-folha
btn-cultura

Benedito Luiz Amauro, filho de Ogum, mais tarde, Lumumba, homenagem ao libertador do Zaire, Patrício Lumumba. Fazedor de tambores (Oni-lu), conhecedor dos mistérios do ofício milenar da percussão, poeta e compositor. No início da década de 80, lança CAFUNÉ, seu 1º compacto, neste período conhece Mestre Didi, sacerdote máximo do culto aos ancestrais, que abre a percepção de Lumumba para o mundo dos ritmos e instrumentos afro-brasileiros. Em companhia de Mestre Didi, inicia-se na irmandade dos tambores; sua fabricação, sonoridade e história.

Com composições que somam mais de meio século de influências e experiências musicais. Lança seu mais novo trabalho, “Axó”, onde alia sua força expressiva aos anos de pesquisa de música afrobrasileira.